top of page

Dom Pedro II era socialista?

Uma reportagem do Brasil 247 afirmou que o Dom Pedro II quase foi socialista e consequentemente o Brasil.


Segundo o jornalista: "quando Bolsonaro diz que o Brasil não será mais socialista talvez não saiba que o Brasil por pouco não se tornou socialista no século XIX, no reinado de Dom Pedro II"


Eu vou ignorar a parte do Bolsonaro porque não vem ao caso e focar em responder essa afirmação de que por pouco o Brasil não se tornou socialista.


No século XIX, uma comuna foi criada em Santa Catarina com aval do Imperador Dom Pedro II e do parlamento brasileiro.


Tudo isso partiu de uma teoria criada por um famoso pensador francês: Charles Fourier que é considerado pai do socialismo utópico.


E usar isso para sustentar a afirmação de que o império quase foi socialista, é muito errado. 


Primeiro porque foi um projeto incipiente, muito localizado e que já começou a dar errado antes do seu início de fato. 


Dos 100 franceses que vieram para ajudar na montagem do lugar, 45 desistiram antes de começar.


E os que continuaram em pouco tempo racharam o grupo e tiveram seu projeto fracassado com a falta de financiamento e disputas internas.


Foi um projeto de pouquíssima relevância nacional.


Para afirmar que isso quase transformou o Brasil Império em um socialismo, esse jornalista deveria no mínimo apresentar provas.


Porque isso tudo cai com uma pergunta simples: 


Se essa ideologia era tão forte no Brasil, por que não havia um partido relevante socialista combatendo o conservador e liberal?


O segundo ponto que torna essa afirmação falsa, é a ideologia política do próprio Pedro II.


Dom Pedro II dificilmente se agradaria das ideias marxistas ou socialistas, primeiro porque ele era um monarca e mantinha uma posição muito moderada em relação a transformações. Por isso até evitava dar opiniões políticas muito abertamente. 


Em seu diário, ainda não consegui achar nenhuma menção que mostre a sua opinião, se é que ele tinha alguma, sobre o socialismo e marxismo.


Porém, mesmo evitando, em vários momentos ele mostrava a sua visão que lembrava muito aquele liberalismo político oriundo do iluminismo. Dom Pedro II era leitor voraz de literatura francesa. 


Veja algumas de suas ideias e como elas entram na pauta liberal da época:


“A nossa principal necessidade política é a liberdade de eleição; sem esta e a de imprensa não há sistema constitucional na realidade, e o ministério que transgride ou consente na transgressão deste princípio é o maior inimigo do Estado e da monarquia. Minhas idéias a respeito das eleições e da imprensa do governo acham-se num papel que tem o presidente do Conselho.” - Diário de Dom Pedro II - 31 de dezembro de 1861


“O cepticismo ou indiferentismo nunca foi a minha política, e todas as medidas e providências, que tenho lembrado e lembro por escrito ou de viva voz, entre as quais sempre sobressaiu a reforma judiciária para a separação das atribuições judiciárias das policiais, e segurança da liberdade individual, provam a minha asserção, não me descuidando também de chamar a atenção do governo para quaisquer abusos que me constem.” Diário de Dom Pedro II - 01 de janeiro de 1862


O Terceiro ponto, é que o Dom Pedro II só tinha 15 anos de idade, tinha acabado de assumir o trono e mal entendia do jogo político.


Assim, a influência dos ministérios era altíssima e por isso não dá para dizer que a aprovação de um projeto dele o relaciona diretamente a essa ideologia. 


E isso é uma ideia que as pessoas precisam quebrar, de que o monarca governava sozinho, e como eu disse anteriormente, foram mais de 30 governos.


Eu acho que infelizmente há muito pouco estudo divulgado na internet sobre isso e pretendo me aprofundar mais e trazer mais conteúdo nesse sentido.


Mas respondendo a questão do vídeo: Não, o Dom Pedro II não era socialista.


Luiz Ottoni

Historiador formado pela UFMG


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


Post: Blog2_Post
bottom of page